Skip to content
Voltar

Como evitar ruptura de gôndola? Confira 8 estratégias

como evitar indisponibilidade nas gôndolas
Background Blur

Espaços vazios são prejudiciais e indesejáveis para um negócio, isso é um fato. Há duas situações específicas que ilustram a importância de saber como evitar a ruptura de gôndola: uma envolve o cliente fidelizado e a outra o cliente novo.

O primeiro, além de se frustrar por não encontrar o produto, percebe que está sendo mal atendido. Já o segundo nem sequer toma nota da existência de uma mercadoria ou se procura por um produto mais tradicional sai do estabelecimento contrariado e com a impressão de que o serviço ofertado é insatisfatório.

Em linhas gerais, prateleiras abastecidas e bem administradas vendem. E, além disso, têm impacto direto na jornada de compra e em como a clientela enxerga uma empresa. Isso é mais que suficiente para mensurar a importância de saber como evitar a ruptura de gôndola. Porém, só é possível se esquivar desse problema com a estratégia certa. Confira agora algumas soluções disponíveis a seguir!

Garanta o abastecimento impecável das gôndolas com a automatização e gerenciamento eficientes

A indisponibilidade de mercadoria nas gôndolas também é conhecida como ruptura de estoque. Ela é provocada pela carência de produtos tanto nas próprias prateleiras quanto no estoque. Há, ao todo, quatro categorias que levam ao cliente não encontrar a mercadoria desejada.

Ruptura de cadastro

Este tipo de ruptura é relativo ao sortimento do catálogo de vendas da empresa. Ela ocorre quando o cliente procura por um produto que não é oferecido pelo vendedor.

Ruptura de abastecimento

Verifica-se uma ruptura de abastecimento quando o cliente não encontra um produto que está acostumado a comprar, seja por falta de exposição em prateleira ou no estoque, em razão de atraso ou erro de cálculo do agendamento do fornecimento.

Ruptura de gôndola

Esta classe de indisponibilidade é muito comum, sobretudo em supermercados. Trata-se de uma alteração ou lacuna na exposição do produto. O cliente questiona a um colaborador sobre a escassez de uma mercadoria específica, a qual está retida no estoque, quando deveria estar em seu lugar habitual na gôndola.

Ruptura fantasma

A quarta e última forma de ruptura acontece após a compra, pela Internet ou telefone, mas ao buscar o produto o cliente descobre que não há um exemplar do item na loja.

Como podemos ver as rupturas são sintomáticas quando o assunto é monitoramento e gerenciamento de estoque e mercadoria. Para experiência do consumidor ou “shopper” ela é catastrófica e leva às seguintes ações: a compra de outra marca, a compra de outro tipo de produto, a procura em outro lugar e, pior, ele desiste de comprar.

Extinguir a ruptura, ou seja, a carência de produtos tanto em gôndola quanto em estoque, só é possível com estratégias determinadas e constantemente fiscalizadas. Entretanto, seja qual for a estratégia o emprego de suporte tecnológico é vital.

Pode parecer exagero, mas sem o apoio de um sistema tecnológico de controle de estoque e de exposição, o processo se torna lento, exige maior número de pessoas e fica à mercê das falhas humanas. Por isso, separamos algumas estratégias de como evitar a indisponibilidade nas gôndolas, veja agora!

Conheça os recursos capazes de acabar com a ruptura de varejo

Há diversos métodos de combate a indisponibilidade nas gôndolas, mas nenhum deve ser aplicado de maneira isolada. É necessário um contexto de gestão, controle e monitoramento muito bem arquitetado para cobrir as possíveis falhas. Além disso, todos os meios aqui apresentados tornam-se mais sofisticados e eficientes quando inseridos em uma sistematização de base tecnológica. Algumas dessas estratégias são:

1. Controle de giro de estoque

O controle de giro de estoque é o cálculo feito a partir do tempo em que um produto fica no estoque em função da data do recebimento e a data de venda. Outra variável importante é o período de reposição no intervalo de entrada, exposição e saída.

Vale lembrar que o pedido de fornecimento deve ser menor que o intervalo do giro e que se estabelece o volume de compras necessário para suprir um período maior do que o do giro. Sem, contudo, gerar perdas por excesso de armazenamento.

2. Análise do comportamento do “shopper”

É importante prever mudanças sazonais no comportamento do “shopper”: como consumo típico durante o inverno, Black Friday, períodos festivos, férias, finais de semana, entre outros.

3. Inventários e levantamentos sazonais

O controle de estoque é crucial. Ele evita perdas, gastos desnecessários e é uma excelente ferramenta de como evitar a indisponibilidade nas gôndolas.

4. Elaboração sistemática das promoções

A promoção é uma prática recorrente de conquista de novos clientes. A depender do poder de atração de uma oferta promocional o volume de audiência pode ser tão alto que extrapola as capacidades do estoque. Por isso, é fundamental um planejamento que preveja margens largas de estoque, pois, do contrário, os produtos podem faltar e a promoção gerar um efeito contrário do esperado.

5. Contratação ágil de fornecedores

A burocracia tem com finalidade sistematizar e acelerar os processos formais de contração, demissão, compra, aquisição e investimentos. No entanto, uma burocracia excessiva pode retardar a dinâmica do seu negócio. Por isso, procure manter uma burocracia enxuta, prática e eficaz para que as autorizações sejam mais ágeis.

6. Armazenamento reserva ou de segurança

É importante definir uma quantidade de estoque mínima para cada produto. Dessa forma, o volume de mercadoria entre o abastecimento das gôndolas e a efetuação de novos pedidos garante um prazo de segurança até a entrada do carregamento.

7. Monitoramento da reposição das gôndolas

Por fim, apesar de a reposição ser feita diariamente e em ritmo constante, é importante estabelecer uma fiscalização das gôndolas. Em alguns cenários, o item se encontra no estoque, mas está ausente nas prateleiras.

8. Implementação de sistemas tecnológicos

Sem o suporte de uma plataforma capaz de gerir de forma rápida, clara e eficaz todos esses processos, as falhas ainda são consideráveis. Hoje, com os dispositivos móveis como tablets e bancos de dados volumosos e de rápido acesso, controlar e monitorar um estoque ficou mais prático, barato e rápido.

Entenda a importância da tecnologia para evitar a indisponibilidade nas gôndolas

A plataforma tecnológica de monitoramento de estoque e armazenamento de mercadorias é essencial para evitar a indisponibilidade nas gôndolas.

Ela antecipa o cadastro de mercadorias em até 60 dias e otimiza em até 99% o tempo gasto com esse processo. A 1WorldSync, por exemplo, fornece todas as informações técnicas do produto, imagens de alta qualidade para diversos fins, inclusive para e-commerce.

Portanto, ao implementar um sistema de dados responsável pelo monitoramento, pedido e realização do cadastro de entrada de mercadoria a cadeia logística de uma empresa se torna mais simples, rápida, eficiente e, sobretudo, barata.

Gostaria de saber mais sobre como sofisticar a logística da sua empresa? Entre em contato com a Simplus e agende uma demonstração gratuita!