Skip to content
Voltar

Tudo o que você precisa saber para vender mais rápido no e-commerce

vender mais rápido no e-commerce
Background Blur

Você sabe como vender mais rápido no e-commerce? 2021 foi um ano positivo para o mercado. Em 2020, quando a vida de todas as pessoas mudou radicalmente devido ao contexto de isolamento social, o e-commerce recebeu mais de 20 milhões de consumidores. Em 2021, foi necessário amadurecer as estratégias para fidelizar os consumidores online. No total acumulado do ano passado, foram mais de 15 milhões de novas pessoas.

Mas existem alguns desafios que devem ser superados. Logística, segurança de dados, concorrência e relacionamento com o consumidor são alguns deles. Por essa razão, é importante traçar estratégias para vender mais rápido e garantir resultados mais atrativos. Quer saber mais? Continue a leitura e descubra!

vender-mais-rapido-ecommerce

Invista em conteúdo de produto

Primeiro, precisamos deixar claro que o e-Commerce deixou de ser uma opção e se tornou uma questão de sobrevivência para indústrias e varejos. Entretanto, diante de um cenário em que cada portal de venda tem um processo específico de cadastro, que exige informações diferentes, o conteúdo de produto completo e de qualidade pode se tornar algo complexo.

O conteúdo automatizado de produtos é uma solução para ganhar tempo, agilidade e acelerar vendas no e-commerce, marketplaces e aplicativos. Isso porque, a falta de informação e de imagens de qualidade dos produtos são gargalos da operação de vendas online. Assim, principalmente para indústrias que querem colocar seus produtos à venda nos principais canais de varejo online do Brasil, disponibilizar conteúdo completo de produtos é um fator crítico para vender mais rápido. Nesse sentido, a Plataforma Simplus pode ajudar e muito, afinal o conteúdo de produto começa lá na fase de cadastro. Contudo, se o seu objetivo é alavancar as vendas no seu próprio e-commerce, aqui no nosso blog, no post Descubra agora como otimizar o cadastro de produto no seu e-commerce trazemos mais detalhes a esse respeito.

Otimize o site

Para você conquistar o tráfego orgânico para a sua marca, é essencial que o site seja otimizado. Nesse sentido, é importante elencar as principais palavras-chave de relevância para o seu canal, entender quais são as melhorias de performance, contar com URLs amigáveis, além de ter boas descrições para os produtos vendidos.

É importante ressaltar que o único contato que o usuário terá com o produto será a partir das imagens e dos textos. Além disso, quando você realiza descrições otimizadas para SEO, há a oportunidade de a sua audiência encontrar o seu canal por meio dos canais de busca, o que estimulará as visitas espontâneas.

Tenha também um blog com conteúdos relevantes, pensando sempre nas boas práticas para o ranqueamento entre as primeiras posições dos canais de busca. Por fim, tenha uma constância nas publicações, além de sempre mensurar seus resultados.

Seja ativo nas redes sociais

Quem não é visto não é lembrado, não é verdade? Por essa razão, é importante que sua marca seja ativa nas redes sociais. Porém, é preciso inicialmente entender quem é a sua persona. Trata-se da representação semi-fictícia do cliente ideal. Por meio dessa compreensão, você poderá identificar quais são os canais onde ela está mais presente, o tom de voz ideal para as comunicações, bem como analisar o tipo de conteúdo que ela quer ver nas diferentes plataformas.

Também é importante que, no caso do seu e-commerce, ele apresente um design unificado e bonito. Assim, vai criar uma identidade e o público vai identificar de que se trata da sua marca de imediato, o que gera identificação. Tenha, ainda, todos os dados preenchidos para que o usuário encontre facilmente qualquer tipo de informação. Exemplo: na bio do seu Instagram, explique um pouco sobre o seu nicho, traga o link do seu site e outros conteúdos que sejam relevantes para quem visita o canal.

Não deixe de contar com um excelente planejamento. Dessa forma, há a possibilidade de contar com um cronograma de publicações e de metrificar quais das postagens melhor performaram, o que permite investir no que deu certo e aperfeiçoar naquelas que tiveram pouco engajamento.

Faça anúncios

Lembre-se sempre da diferença existente entre tráfego orgânico e pago. Enquanto o primeiro se refere ao conjunto de visitas de seu site que chegou de forma espontânea, no segundo há necessidade de haver um investimento financeiro.

Ambos contam com diferenciais. No caso do tráfego pago, por exemplo, há a oportunidade de conquistar resultados de forma quase que imediata. É preciso investir nas palavras-chave importantes para o nicho de seu e-commerce e monitorar diariamente quais são os resultados. Assim, você tem a possibilidade de fazer ajustes nos anúncios conforme for a performance.

Além disso, ao investir em anúncios, há mais chances de conversão, uma vez que se atinge mais pessoas de uma só vez, bem como garante que a sua página esteja entre as primeiras posições nos rankings de pesquisa. Por fim, o budget pode ser controlado de acordo com as suas necessidades. Ou seja, quando houver mais orçamento para a campanha, consequentemente pode investir em um valor maior.

Aposte em estratégias de remarketing

Remarketing é uma estratégia aliada com o tráfego pago. Trata-se de uma ação de marketing digital em que seus anúncios do Google Ads vão aparecer mais de uma vez para as pessoas que já demonstraram interesse em seu site. Ou seja, caso tenha entrado no canal e verificado algum produto, o anúncio a impactará em outros ambientes da rede, de modo que o usuário seja lembrado e tenha oportunidade de acessar novamente.

Para criar uma campanha que seja efetiva, é importante criar uma lista de acordo com os produtos, fazer testes com frequência e entender quais foram os resultados dessas ações, além de personalizar os anúncios levando em consideração o ciclo de compra.

Entre os diferenciais da prática, destaca-se o fato de que você vai se manter na mente dos clientes por mais tempo, vai aumentar as chances de converter o potencial público, além de ampliar o alcance e economizar dinheiro em publicidade.

Invista em pós-venda

O relacionamento com o cliente não acaba assim que ele adquire o produto. É importante investir em um pós-venda para aperfeiçoar frequentemente o seu atendimento, a logística e os produtos. Dessa forma, garante que mais pessoas conheçam a sua marca, ao mesmo tempo em que aumentam as chances de fidelizar o seu público.

Entre as práticas que podem ser implementadas em seu e-commerce, destacamos:

  • atualize frequentemente o cliente em relação ao status do pedido, tanto por e-mail quanto por SMS;
  • tenha uma logística aprimorada para qualquer imprevisto, bem como uma logística reversa efetiva;
  • treine a sua equipe de atendimento para qualquer tipo de contato que o cliente faça depois de ter concluído a compra;
  • estude qual foi o feedback do cliente, tanto aqueles espontâneos quanto o que foi solicitado pelo seu time;
  • ofereça benefícios para os clientes fiéis.

Neste conteúdo, você pôde entender como vender mais rápido no e-commerce. Para que essas sugestões sejam ainda mais aprimoradas, é importante contar com uma ferramenta que possa otimizar as suas vendas, automatizar o cadastro dos produtos e a atualização dos conteúdos, além de possibilitar um aumento da produtividade de toda a sua equipe. Assim, há mais chances de focar em questões estratégicas e menos necessidade de estar em atividades operacionais.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais agora mesmo!